Homem morava em cemitério


995002_485513201558139_1765609776_nSebastião era morador do Cemitério da Penha em Lages . A reportagem da Rádio Guri encontrou Sebastião Souza de Castilho, 54 anos anos, dentro de um túmulo no Cemitério da Penha.  Segundo ele escolheu morar ali para ficar mais perto de sua esposa, já falecida.  Largou tudo, família, casa no bairro Passo Fundo e foi viver como morador de rua, sem teto e sem lar. Desanimado, ele contou para o repórter Jota Damasceno que mesmo assim precisava de ajuda, já que até fome estava passando e dependia da ajuda das pessoas. O local tem mau cheiro, provocado pelas condições sub-humanas em que vive. E o que chama atenção é a falta de sensibilidade até do administrador do cemitério, o qual permitiu a situação sem mesmo ter notificado a Assistência Social do município. Foi o que fez o apresentador do Boca no Trombone, Jones Paulo, que de imediato entrou em contato com o secretário Amarildo Farias, que se comprometeu a enviar uma equipe para recolher Sebastião e dar as devidas providencias.  Fotos: Radio Guri/Jota Damasceno e Biguá. Informações, Milton Barão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *