Campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite 


Crianças já vacinadas devem se imunizar novamente. Objetivo é aumentar coberturas vacinais para evitar a reintrodução dessas doenças no país

De 6 até 31 de agosto acontece a Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e sarampo. Devem ser vacinadas crianças de um ano até menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias). Mesmo aquelas já imunizadas anteriormente devem ser levadas à Unidade de Saúde de seu bairro, com a caderneta de vacinação, para receber a dose de reforço. “É muito importante os pais estarem atentos e trazerem as crianças para imunização. Estar com o calendário vacinal em dia é a única maneira de se proteger contra essas doenças, que podem ser mortais ou terem consequências graves de saúde” destaca a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Sumaya Pucci.

O país erradicou a poliomielite do território em 1994 e o certificado de eliminação do sarampo havia sido alcançado em 2016, mas o registro de novos casos no Brasil, inclusive em municípios próximos a Lages, reforça o alerta e a necessidade de vacinar todas as crianças do público alvo. A meta este ano é aumentar a cobertura vacinal para evitar a reintrodução dessas doenças no país. Em Lages as vacinas podem ser feitas nas 23 salas de vacinas das Unidades Básicas (que funcionam das 8h às 12h e das 12h às 17h) e na Central de Vacinação (aberta das 8h às 12h e das 14h às 18h). Nas salas de vacina das Unidades do Copacabana, São Pedro, São Francisco e Santa Mônica, a recomendação é que os pais procurem a Unidade mais próxima da sua casa.

Em Lages, o dia D da campanha será 18 de Agosto. Neste dia todas as salas de vacina e a Central de Vacinação ficarão abertas das 8h até às 17h, sem fechar ao meio dia. A injeção é contraindicada apenas para gestantes, pessoas com imunidade baixa (causada por alguma doença ou medicação), crianças expostas ou infectadas pelo vírus HIV e pacientes com histórico de crise alérgica após a aplicação da dose anterior.

Adultos já vacinados não necessitam realizar a vacina de novo, mas vale lembrar que duas doses são disponibilizadas para todos até 29 anos de idade e uma dose única para aqueles entre 30 e 49 anos. Caso nunca tenha recebido alguma delas, basta ir à unidade de saúde mais próxima e atualizar a caderneta de vacinação. A partir do mês de setembro também será obrigatório apresentar o cartão SUS para receber a vacinação.

Foto: Toninho Vieira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *