Gabriel Ribeiro faz prestação de contas na Acil


O deputado Gabriel Ribeiro fez a empresários uma prestação de contas de seus três anos de mandato na Assembleia Legislativa. A reunião foi na sede da Associação Empresarial de Lages (Acil), e ele focou em ações na Serra Catarinense. No debate foram tratados de atos parlamentares internos e também de articulações políticas fora da Alesc.

Ele é o autor de 18 leis e de 42 projetos de lei. Há ainda uma centena e meia de requerimentos, indicações para obras que cabem ao Governo do Estado, além de pedidos de diligência.

Entre as leis, Gabriel Ribeiro destacou aos empresários a do Queijo Artesanal Serrano, que está incrementando a renda nas propriedades rurais nos 18 municípios que compõem a Amures. Ainda enfatizou a lei da transparência, que obriga a transmissão ao vivo de licitações púbicas, pelos portais transparência, nos três poderes estaduais.

Ao falar dos projetos em tramitação, o parlamentar ressaltou três: o que obriga a divulgação de nomes de agressores de mulheres após o julgamento, o que reserva um espaço para a agricultura familiar em eventos que recebem verbas do Estado, e o que prevê debates em sala de aula das constituições Federal e Estadual.

Durante a conversa com os empresários ainda foram tratadas articulações políticas do deputado que resultaram em ganhos para Lages ou para a Serra Catarinense, como a  instalação do Colégio Militar em Lages (o primeiro fora de Florianópolis), a Fábrica de Gaiteiros, que forma jovens músicos, e a luta de um ano e meio para impedir que o Brasil importasse maçã chinesa.

Gabriel Ribeiro ainda destacou outras articulações políticas com final positivo: pavimentação da Avenida Nossa Senhora da Penha, em Lages (demanda apresentada durante um Gabinete Itinerante, o helicóptero Águia 4, que seria destinado ao Oeste do Estado e foi revertido para a região de Lages, e da caminhonete Mitsubishi L 200 equipada que faz a patrulha rural pela Polícia Militar.

EMENDAS: Diferente dos parlamentares federais, até o ano passado, os deputados estaduais não tinham direito a destinar recursos para suas regiões. Com a mudança na Constituição de Santa Catarina, a partir de 2018, cada parlamentar pode indicar emendas impositivas.

As de Gabriel Ribeiro para Lages são R$ 500 mil para calçadas padronizadas da Avenida Luís de Camões e outros R$ 185 mil para construção de uma praça. Ele enfatizou que todos os 18 municípios serranos foram contemplados com emendas suas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *